Notícias

 
     
     
  16/03/2017 - Evento foi realizado no Via Eventos, no dia 15/03/2017


O Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal - NAF do IMES Catanduva, uma parceria entre o Curso de Ciências Contábeis do IMES e a Receita Federal do Brasil, promoveu no dia 15-03-2017, no Via Eventos, uma palestra sobre “IRPF – 2017 – Principais alterações e novidades na legislação e programa, incluindo ganhos de capital”.
A palestra foi proferida pelo Dr. Mauro José da Silva, Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil e Ouvidor da Delegacia Regional de São José do Rio Preto, sendo apresentado e saudado pela Profª Maria Lúcia Miranda Chiliga, Diretora do IMES, e contando com a participação de Alunos, Ex-Alunos, Professores e Ex-Professores do Curso de Ciências Contábeis.
O NAF-IMES tem a função de promover uma maior interação entre a Receita Federal do Brasil (RFB), os alunos de Ciências Contábeis do IMES e a Sociedade, propiciando por meio da cooperação mútua, a qualificação de futuros Contadores e a prestação de serviços fiscais a contribuintes hipossuficientes, com vistas ao fortalecimento da imagem de ambas Instituições perante a sociedade e ao desenvolvimento da moral tributária e cidadania. Busca como objetivos:
• Proporcionar aos estudantes a formação sobre a função social dos tributos e dos direitos e deveres associados à tributação;
• Qualificar o futuro profissional por meio de uma vivência prática, proporcionando a aplicação prática do seu aprendizado acadêmico, assim como a geração de conhecimento acerca das obrigações tributárias por meio, por exemplo, de discussões, criação de palestras, grupos de estudo, treinamentos e visitas guiadas à RFB;
• Disponibilizar a orientação contábil e fiscal pelos estudantes universitários a pessoas físicas de baixa renda, bem como a micro-empresas, micro-empreendedores individuais e entidades sem fins lucrativos
• Como finalidade, o NAF busca desenvolver atividades que visam atender aos princípios de responsabilidade que norteiam a Instituição de Ensino Superior, expressando o compromisso social com a comunidade na qual está inserida.
É importante observar que os NAF não são extensões dos postos de atendimentos da Receita Federal e nem substitutos dos escritórios de contabilidade.
O IMES Catanduva está avançado cada vez mais na prestação de serviços à comunidde.







Palestra IRPF - 2017


Professora Maria Lúcia Miranda Chiliga – Diretora – Abertura da Palestra


Dr. Mauro José da Silva - Palestrante


Dr. Mauro José da Silva – Profª Maria Lúcia – Prof. Luis Antonio Bertolo, Coordenador do Curso de Ciências Contábeis


Público na palestra


Público na palestra



13/03/2017 - Evento foi realizado na Sede do Sindicato dos Comerciantes (Sincomércio), em comemoração ao Dia Internacional da Mulher


A aluna do 5º ano de Psicologia do Imes Catanduva Roberta D’Avanzo participou, no último dia 07, do 22º Encontro do Conselho da Mulher Empresária (CMS). Lá assistiu à palestra da psicóloga, psicanalista, escritora e consultora Lígia Guerra, com o tema “Mulher empreendedora definindo seu destino”, realizada na Sede do Sindicato dos Comerciantes (Sincomércio), evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.
“Lígia Guerra começou a palestra nos apresentando uma reflexão sobre a história de três mulheres, que são admiradas e lembradas por terem quebrado paradigmas de nossa sociedade ‘machista’. A primeira mulher é a Papisa Joana, a segunda, a Poetisa Clarice Lispector, e a terceira, Waris Dirie, que nasceu na Somália. A palestrante conduziu a palestra de forma leve, com muito humor e reflexiva sobre o papel feminino, englobando família e mulher na sociedade. Ela também é uma psicanalista que acredita que um toque de loucura e ousadia são o melhor remédio para muitos problemas emocionais”, comentou Roberta.
Lígia Guerra é também comentarista da Rede Globo no programa “Encontro com Fátima Bernardes”, autora de diversos livros no Brasil e na Europa, Especialista em Dependência Química, Especialista em Psicologia Analítica, Especialista em Psicologia do Trabalho, Especialista em Comportamento do Consumidor, com enfoque em psiquismo feminino e Expertise em relacionamentos.







Aluna Roberta (esquerda) com a palestrante Lígia Guerra (ao centro)


Lígia Guerra na palestra


Público na palestra



09/03/2017 - Pesquisa saiu na última edição da revista científica “Higiene Alimentar”


A Profa. Dra. Maria Luiza Silva Fazio, do curso de Nutrição do Imes Catanduva, publicou novo artigo na revista científica “Higiene Alimentar” (edição de janeiro/fevereiro de 2017, v. 31, n. 264/265), com o título "Determinação do potencial antibacteriano das especiarias Hibiscus sabdariffa, Carum carvi, Sesamum indicum, Foeniculum vulgare e Trigonella foenum-graecum", desenvolvido por Viniccius Silva de Almeida, ex-aluno do curso de Nutrição, Isabella Biassi Geromel e Felipe Pinheiro do Prado Felinto, alunos do curso de Medicina da Universidade São Francisco, Mairto Roberis Geromel, técnico de laboratório do Imes, e Maria Luiza Silva Fazio, orientadora.
“O trabalho apresentou como objetivo verificar a possível ação das especiarias hibiscus (Hibiscus sabdariffa), kummel (alcaravia)(Carum carvi), gergelim preto (Sesamum indicum), funcho (Foeniculum vulgare) e feno grego (Trigonella foenum-graecum) sobre algumas bactérias (Bacillus cereus, Bacillus subtilis, Salmonella Typhimurium, Samonella Enteritidis e Staphylococcus aureus). A bactéria inibida significativamente pelo maior número de extratos (6) foi S. Enteritidis, destacando-se a ação do extrato combinado de hibiscus e gergelim preto (halo de 21mm), hibiscus individual (halo de 18mm) e do extrato combinado de hibiscus e feno grego (halo de 14mm). Apresentou destaque a ação dos extratos aquosos de hibiscus individualmente e combinado sobre S. Enteritidis e S. Typhimurium”, explicou a professora Maria Luiza.







07/03/2017 - O evento é uma realização do Imes em parceria com o Sesc Catanduva, aberto para a comunidade.


Primeira sessão do Cine Debate 2017, neste mês de março, traz a animação japonesa "Meu amigo Totoro" (1988), obra-prima do diretor Hayao Miyazaki.
Premiado em festivais do mundo inteiro, o filme narra a jornada de duas meninas que se mudam com o pai para o interior do Japão, com o objetivo de ficar perto da mãe, que está internada em um hospital. Lá, elas viverão aventuras ao lado de um simpático espírito espírito protetor da floresta, Totoro, que vive em uma canforeira gigante.
A animação será exibida gratuitamente no dia 18 de março (sábado), a partir das 14 horas, no estúdio de rádio e TV do Imes (Rua Minas Gerais, 713), com debate em seguida. O evento, uma realização do Imes em parceria com o Sesc Catanduva, é aberto para a comunidade.










06/03/2017 -

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o curso de Pedagogia do Imes Catanduva estará promovendo, nesta quarta-feira, dia 08 de marco, palestra com a professora mestre Zilah Assalin docente do Curso de Direito do Imes Catanduva. O tema será “Mulher, seus direitos e deveres e muito mais”. Haverá uma homenagem especial “In Memoriam” à Prof. (a) Maria Heleny Fabbri de Araújo, uma figura marcante na história do IMES.
Serão entregues mimos confeccionados pelas alunas do Curso de Pedagogia para todas as mulheres participantes da palestra bem como para todas as docentes e funcionárias do Imes Catanduva.
Neste ano o Imes Catanduva comemora 50 anos de atuação no ensino superior na cidade de Catanduva, assim sendo haverá no decorrer do ano diversas atividades em comemoração ao se cinqüentenário.







01/03/2017 - Artigos envolvem estudos realizados pelo professor Junco ao longo dos últimos anos


O professor do curso de Direito José Alexandre Junco publicou quatro artigos de sua autoria na revista eletrônica italiana “Diritto & Diritti”. “Tratam-se de estudos e pesquisas realizados por mim nos últimos anos acerca de temas importantes, como usucapião e taxa de mandato judicial paulista, que hoje podem ser acompanhados nessa conceituada revista eletrônica, acessível inclusive a alunos que tenham interesse no enriquecimento curricular”, comentou Junco.
Abaixo estão os artigos (título) e os links correspondentes:

“Inexigibilidade da taxa de mandato judicial paulista”

http://www.diritto.it/docs/34038-inexigibilidade-da-taxa-de-mandato-judicial-paulista

“Origens e aspectos da usucapião”

http://www.diritto.it/docs/31421-origens-e-aspectos-da-usucapi-o

“Inconstitucionalidade do procedimento administrativo tributário de instância única”

http://www.diritto.it/docs/31576-inconstitucionalidade-do-procedimento-administrativo-tribut-rio-de-inst-ncia-nica

“Impropriedade do regime de caixa do imposto de renda pessoa física”

http://www.diritto.it/docs/31358-impropriedade-do-regime-de-caixa-doimposto-de-renda-pessoa-f-sica










21/02/2017 - Defesa foi realizada no dia 09 deste mês


O Professor John David Peliceri da Silva, formado em 2008 no curso de Letras do Imes, e hoje aluno do 5º ano de Direito da instituição, defendeu, no dia 09 de fevereiro, Mestrado na área de Crítica e Teoria Literária na Unesp – Campus de Assis. Sua dissertação, intitulada “A voz de Manuela, sob discursos autoritários: uma abordagem de A casa das sete mulheres, de Leticia Wierzchowski”, com orientação do Prof. Dr. Benedito Antunes, foi aprovado pela banca.
“O objetivo deste trabalho foi analisar a voz da personagem Manuela de Paula Ferreira, do romance histórico contemporâneo A casa das sete mulheres (2002), de Leticia Wierzchowski. A análise consiste numa reflexão sobre o posicionamento transgressor da personagem, que apresenta uma voz abafada e dissonante no contexto do romance, podendo significar uma resistência ao sistema patriarcal brasileiro do século XIX. Baseia-se nos estudos discursivos de Bakhtin para abordar o estado de prisão, os costumes e as regras, a política e a guerra, tendo como objetivo temático o amor por Giuseppe Garibaldi”, comentou Peliceri.
A banca de Mestrado foi composta pelo Prof. Dr. Benedito Antunes (Orientador – Unesp/Campus de Assis), Profa. Dra. Rejane Cristina Rocha (UFSCAR/São Carlos) e Prof. Dr. Antonio Roberto Esteves (Unesp/Assis).







Profa. Dra. Rejane, prof. John, Prof. Dr. Benedito (orientador) e Prof. Dr. Esteves


Banca e orientando



14/02/2017 - Pesquisa envolveu qualidade de carnes na região de Catanduva


A Profa. Dra. Maria Luiza Silva Fazio, do curso de Nutrição do Imes Catanduva, publicou recentemente artigo na revista científica “Hígia Ciência” (2017, v. 3, n. 1), com o título “Qualidade Microbiológica de Alcatra, Coxão Mole, Filé Mignon, Lagarto e Patinho In Natura Comercializados na Região de Itápolis-SP”. A pesquisa teve como autores Doralice Ap. da Costa, ex-aluna do curso de Nutrição, Mairto Roberis Geromel, técnico de laboratório, e Maria Luiza Silva Fazio, orientadora.
“Vários pratos elaborados com carne crua são considerados risco para a saúde do consumidor, como carpaccio, quibe cru, beef tartare ou hackepeter. Todas as amostras estavam em desacordo com o padrão federal vigente, podendo ser classificadas como “produtos em condições sanitárias insatisfatórias” e, por conseguinte, “produtos impróprios para o consumo humano”. Evidenciou-se a necessidade de os manipuladores serem submetidos a treinamentos periódicos que abordem as Boas Práticas de Fabricação, possibilitando a obtenção de alimentos seguros, ou seja, que não coloquem em risco a saúde do consumidor”, comentou a professora Maria Luiza.







Aluna Doralice


Professora Maria Luiza



07/02/2017 -

A DIRETORA DO INSTITUTO MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR DE CATANDUVA, no uso de suas atribuições regimentais, tendo em vista o disposto no Artigo 37, inciso II, da Constituição Federal, e demais regras aplicáveis ao caso, torna público que estarão abertas inscrições do concurso público para provimento de cargo do quadro de pessoal técnico-administrativo da Instituição.


Clique aqui para acessar o edital




07/02/2017 -


Clique aqui para acessar o edital




07/02/2017 -


Clique aqui para acessar o edital




08/01/2017 - Campanha teve início em 2013, para sensibilizar a sociedade do quanto é importante cuidar da mente

As estudantes de Psicologia Roberta DAvanzo SantAna e Ana Carolina Ferreira Maia, do Imes, engajaram-se na campanha “Janeiro Branco” e discutem a amplitude da ação na instituição de ensino. Esta é uma campanha que teve início em 2013 com o intuito de se transformar em uma ação global, para sensibilizar a sociedade do quanto é importante cuidar da mente, chamando a atenção de todos para a importância e valorização da Saúde Mental.

“A ideia surgiu através de uma realidade vista em meios de comunicação, um aumento expressivo da violência, suicídio, intolerância e demais situações que podem ocasionar um desequilíbrio emocional nas pessoas, o que pode resultar em transtornos psíquicos. Assim sendo, o Janeiro Branco nos traz a oportunidade de refletir, debater e planejar ações em prol a Saúde Mental”, comentaram as alunas.
A campanha também tem como objetivo a aprovação de uma lei que oficialize o mês de Janeiro como o marco simbólico da luta para melhoria da Saúde Mental e se torne conhecido e prestigiado como o Outubro Rosa, que trata sobre o câncer de mama, e o Novembro Azul, que conscientiza sobre o câncer de próstata.

Palestras gratuitas

O Instituto Ânima, de São José do Rio Preto, promove, nesse mês, nos dias 19, 21 e 26, palestras gratuitas sobre o tema “Quem cuida da mente, cuida da vida!”, com a psicóloga Karina Rodrigues. Para mais informações entrar em contato pelo whatsapp (17) 981190931.










05/01/2017 - As bancas ocorreram no dia 12 de dezembro de 2016, no campus III da Unirp


O professor Felipe Boso Brida, docente das áreas de Comunicação e Artes do Imes Catanduva, integrou três bancas de graduação do curso de Jornalismo no Centro Universitário de Rio Preto (Unirp), campus III, no dia 12 de dezembro do ano passado. Na oportunidade foram apresentados os seguintes Trabalhos de Conclusão de Curso: "Jornalismo Literário: O relacionamento entre o jornalista e a fonte" (escrito por João Vitor Valente Melo e Michele Cristina Morais de Carvalho), “Long Form: Uma forma de apresentar o Jornalismo não-factual” (escrito por Ana Cláudia da Silva Bahia, Gabrielly Bittenbinder Lopes e Luís Felipe Soldeira Regis) e “Abordagem do Jornalismo sobre o consumo de moda e seus impactos socioambientais” (escrito por Dayane Gomes Nogueira e Larissa Santos Martinelli).
Integraram também a comissão avaliadora dos projetos finais dos alunos os jornalistas Harlen Félix e Fabrício Carareto. Os três TCCs apresentados obtiveram aprovação no final.







Professor Felipe Brida



19/12/2016 - Pesquisa também procurou verificar o percentual de pacientes que seguem alguma orientação com o profissional Nutricionista


A Profa . Sandra Cury Pinfildi Manfrin, do curso de Nutrição do Imes Catanduva, publicou, no último mês, novo artigo na revista científica “Higia Ciência” (edição ago/out de 2016, v.2, n.4). Desta vez foi a pesquisa “Avaliação do conhecimento nutricional dos pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico”, que teve como autora Lívia Oliveira de Lima, graduanda do curso de Nutrição do Imes, e Sandra Cury Pinfildi Manfrin, orientadora do trabalho.
Segundo profa. Sandra, a pesquisa buscou avaliar o conhecimento e estado nutricional de pessoas com lúpus eritematoso sistêmico (LES) e também verificar o percentual de pacientes que seguem alguma orientação com o profissional Nutricionista. “Analisando os resultados obtidos, concluiu-se que 82% das entrevistadas ganharam peso devido ao tratamento e que ainda, 38% estão com sobrepeso. Observou-se também que a grande maioria não faz nenhum acompanhamento com um profissional nutricionista e possuem baixa ingestão de frutas, verduras e legumes, nutrientes esses, fundamentais para a saúde adequada e aporte de micronutrientes essenciais. Portanto, faz-se necessário uma maior conscientização no que se refere a uma alimentação adequada para pacientes portadores do Lúpus Eritematoso Sistêmico, para que possam ter uma melhora no estado clínico, na qualidade de vida e menor susceptibilidade da doença”, concluiu.







Professora Sandra, do curso de Nutrição



13/12/2016 - “A pesquisa buscou investigar os níveis séricos e prevalência de deficiência de vitamina D, bem como verificar o percentual de pessoas que realizaram o exame pela primeira vez em algumas cidades do interior do estado de São Paulo", explicou professor


A Profa. Sandra Cury Pinfildi Manfrin, do curso de Nutrição do Imes Catanduva, publicou, no último mês, artigo na revista científica “Hígia Ciência” – edição ago/out de 2016 (v.2, n.4,), com a pesquisa “Análise da prevalência da deficiência de vitamina D em algumas cidades do interior do Estado de São Paulo”. Os autores foram Daniele Donato Turra (graduanda do curso de Nutrição do Imes) e Sandra Cury Pinfildi Manfrin (orientadora do trabalho).
“A pesquisa buscou investigar os níveis séricos e prevalência de deficiência de vitamina D, bem como verificar o percentual de pessoas que realizaram o exame pela primeira vez em algumas cidades do interior do estado de São Paulo. Analisando os resultados obtidos, concluiu-se que houve um alto percentual de insuficiência e deficiência de vitamina D entre os valores obtidos, podendo ser considerado um resultado preocupante, dada a relevância desta vitamina para a saúde e prevenção de doenças. Verificou-se também que o status inadequado da vitamina D independe da idade ou sexo. Por último, notou-se que os profissionais da área da saúde não investigam com frequência o status da vitamina D nos exames de rotina dos pacientes e este fator faz-se necessário, pois desta forma poderemos prevenir sua deficiência e possíveis complicações”, explicou a professora Sandra.







Professora Sandra, do curso de Nutrição